Reborn

Durante alguns anos eu joguei um mmorpg chamado The 4th Coming (ou T4C para os íntimos), nele você criava um personagem, ficava forte, fazia quests e tudo mais. A ‘última’ quest do jogo, por assim dizer, servia para você virar um Seraph. Quando se chegava a um determinado nível, fazia-se essa quest, juntava-se alguns itens, passava-se por alguns desafios e pronto, você renascia, você voltava ao primeiro nível, mais forte, mais experiente, com habilidades extras, e com asas, essas que definiam quem você era.

Você podia renascer como um anjo, ou demônio.

‘Purity of Spirit and Soul. Reborn. Ready to Reborn’ eram essas as últimas palavras antes do renascimento… Quem fazia isso no jogo, dizia que você tinha que conhecer a morte antes de conhecer a vida. Era o ultimo teste.

Durante os últimos dias eu tenho enfrentado uma série de coisas, uma série de testes, tenho enfrentado todo tipo de sentimento… Ódio, esperança, fé, raiva, desgosto, alegria, tristeza, amor… Tenho passado por bastante coisa, já perdi a esperança dezenas de vezes, já ri da situação, já me curvei perante a indiferença da vida, já lamentei pelas coisas boas que eu via, já me orgulhei de mim mesmo, já pensei em vida, já pensei em morte.

Hoje, eu mesmo já não sei mais quem sou… As pessoas ao meu redor não me conhecem, perguntam onde está aquilo que eu costumava ser, por que eu estava diferente, por que eu não estava feliz, queriam simplesmente saber o que aconteceu… Confesso que eu mesmo não sei responder… Uma soma de fatores, de tudo que me aconteceu fez com que eu me perdesse do meu verdadeiro eu.

Não quero que sintam pena de mim, que fiquem preocupados, ou tentem me ajudar… A verdade é que ninguem pode me ajudar.

A verdade é que ninguém faz idéia de como eu me sinto. Ninguém sequer imagina tudo que eu passei, tudo que eu senti, e pior, o que eu ainda sinto, o que eu ainda passo, o que eu ainda penso.

De uma coisa eu tenho certeza, muito do que eu tinha esta morrendo, se já não morreu.

Vazio, é assim que me sinto hoje. Gostaria de estar cheio de alguma coisa, mas não me resta nada, não me resta esperança, fé, orgulho… Tudo que eu tinha de bom está em algum lugar, e se manifesta apenas lá… Eu, já não tenho nada disso… Mas, nesse lugar você pode encontrar tudo isso, EU posso encontrar tudo isso…

Onde? Em meio as estrelas, é claro…

E se isso tudo for um teste? E eu mereço o que eu consegui?

Então não há nada o que eu posso fazer, apenas esperar e ver como eu vou renascer…

Como anjo… Ou como demônio?

0 Responses to “Reborn”



  1. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: