Como se fosse a última vez?

Um filme que eu nunca havia visto é aquele “Como Se Fosse A Primeira Vez (50 First Dates)”, nele, como muitos devem saber, o personagem se apaixona por uma mulher que tem problemas de memória, e todos os dias ele tenta reconquistá-la.

Ok, a história por si só já é boa, mas alguns fatos extras me chamaram a atenção.

O pai e irmão dela faziam todos os dias as mesmas coisas, comemoravam todo dia o mesmo aniversário, viam as mesmas coisas falavam sobre os mesmos assuntos… Entretanto, certo dia ela descobre toda a verdade, que não é o dia que ela pensa que é, e que nada é verdade, que todos os seus dias tem sido mentiras.

Convenhamos… Descobrir que todos os seus dias têm sido apenas mentiras deve ser tão decepcionante, saber que você não tem direito a fazer o que quer de fato, ou que esta preso á um ciclo vicioso dos mesmos fatos e acontecimentos. Triste. Triste e decepcionante. Espero não acordar um dia e descobrir isso de mim, é normal se decepcionar com algumas coisas que acontecem, mas não é normal se decepcionar com suas próprias atitudes e as pessoas perto de você.

Voltando ao filme, certa hora a mulher (Lucy), percebe que estava “atrasando” a vida de Henry (o personagem que gostava dela) e que não havia como eles ficarem juntos, e decide dar um fora nele. Ele, mesmo triste e decepcionado, aceita a decisão dela, e parte. Mas, entretanto, porem, todavia, como os filmes têm finais felizes ele volta depois de perceber uma coisa, os dois ficam juntos, se casam, tem uma filha e são felizes, mesmo sob a condição dela. E os dias passam a não ser mais mentiras.

Deve-se ressaltar que alguns dias ele não conseguia a atenção dela, ela o mandava embora e tudo mais, mas mesmo assim ele não deixava de ir no outro dia.

Por que todas as coisas não podem ser como um filme? Cheio de reviravoltas enfim, mas com um final feliz? É mesmo justo acreditar que tudo que se faz é certo, mesmo que seja mais um dia de mentira? É justo ignorar a própria sorte, e pior, ignorar a própria felicidade?

É justo se conformar com isso?

O que aconteceria se todos se conformassem com suas situações? Ninguém tentaria melhorar, ninguém seguiria em frente, ninguém jamais pensaria diferente… Eu jamais estudaria mais pra uma prova se me contentasse com minhas notas baixas, um time não procuraria treinar depois de perder um jogo, um cientista jamais teria descoberto a cura de alguma doença, o Henry nunca teria tentado dia após dia reconquistar a Lucy e nunca teria ficado com a pessoa que o fez feliz de fato.

Mesmo eu, não estaria escrevendo esse texto.

Se conformar com algo, é aceitar algo, se esse algo não está certo, se não te faz feliz, se conformar significa aceitar ser derrotado. Ser derrotado? Não obrigado, apesar de dizer que sim, eu não aceito uma derrota, não aceito me conformar com algo e deixar pra lá como se nada tivesse acontecido, enquanto existe um pingo de força e vontade de mim eu lutarei, e enquanto minha esperança por imortal, assim como o Henry eu voltarei, e voltarei, e voltarei… Afinal, eu sempre volto!

Quantas vezes no mesmo filme ele se despediu dela para enfim voltar no outro dia e começar tudo de novo? E pior, ela mesmo, quantas vezes se despediu dele no fim do tudo, sabendo que amanhã não lembraria de nada, sabendo que tudo acabaria no nascer do sol e que nem lembranças restariam? Quantas vezes ela, eu, e todas as pessoas se despedem, como se fosse a última vez?

Talvez não seja a coisa mais justa á se fazer, escrever tudo isso, talvez não seja justo continuar com esperanças e permitir que a violência da sorte decida tudo.

Mas é justo ver alguém infeliz e olhar pro outro lado?

É justo ignorar o que te faz feliz?

Não, não é.

PS: “Você não iria querer passar 1 hora do dia com ela?” – Henry

PS2: “O que você vai ganhar com isso?” – Pai, “Eu não sei…” – Henry

1 Response to “Como se fosse a última vez?”


  1. 1 Lorena Maria Costa Gonaçalves agosto 2, 2013 às 6:37 pm

    maravilhoso o seu texto


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: