Jones, Indiana Jones.

Aviso: Esse post não tem o menor intuito de filosofar sobre a vida, o universo e tudo mais.

Desde que entrei de férias comecei minha epopéia de tédio e sem muito o que fazer parti pro tradicional: Livros, baralho, dormir, todo tipo de coisa, e é claro, filmes.

Ainda sim, sem muito o que assistir decidi ver algum filme que eu não lembrava ou nunca tinha visto, parti então para uma das trilogias mais famosas do cinema: Indiana Jones.

Assim como Dr. Jones vai atrás de todo tipo de artefato histórico, fui-me atrás dos filmes! Procurei-os nos locais mais sombrios da internet, lutei com tribos canibais pelas legendas, desvendei mistérios para sincroniza-las e até seduzi as mocinhas no caminho! … Ok, sem exageros, baixei os filmes e os assisti logo, 1 por dia, no meu sofá laranja com meu edredon colorido.

A coisa é que não estou inspirado pra pensar nas questões que são respondidas com ’42’. Então vou escrever o que achei dos filmes… Pra variar um pouco o blog…

O primeiro filme é “Os Caçadores da Arca Perdida” (1981), talvez o mais conhecido dos três. É nele que tem a famosa cena do Indiana Jones correndo daquela bola gigante… Mas sabe que não é tão legal? Eu esperava bem mais dessa cena, sabe quando você espera uma grande coisa, ai ela termina e você pergunta ao vácuo “… Só isso?”. Enfim, o filme é bom, enredo legal, personagens no lugar, mas aja paciência pra ficar aguentando aquele lance de nazistas dominar o mundo, coisa chata… Ah! A tal arca perdida é a arca onde estão as tábuas dos 10 mandamentos de Deus. Merece ai uns 9/10.

Bônus: Assistam isso: http://www.youtube.com/watch?v=GkLXdLgOybE – Genial!

O segundo filme é “O Tempo da Perdição” (1984). Nome sugestivo, já que o filme se perde já no começo… Nosso herói Indiana Jones começa o filme em uma festa na China, de smoking branco e com pinta de galã… Juro que fiquei esperando ele dizer “Bond. James Bond”, mas ele não disse, e quando me dei conta “Indy” (para os íntimos) estava numa selva no meio da Índia lutando contra uma seita que ninguém nunca ouvir falar pra recuperar uma pedra de uma tribo que ninguém também nunca ouviu falar. E o mais interessante é que eles conseguiram colocar uma loira de Hollywood no meio de tudo isso. Mas ok, ele tem credibilidade, ele pula de um avião usando um bote salva-vidas, desliza pelas montanhas e cai em um rio, levando a loira e um chinezinho de 1 metro e meio… E ainda faz piada disso… Mas no total merece uns 7/10.

Já o terceiro filme chama-se “A Última Cruzada” (1989). Esse é legal! Esse é o que vale na trilogia! No filme, Dr. Indiana Jones vai atrás de nada menos que o Cálice Sagrado, aquele mesmo da Santa Ceia. O filme começa bem, e se desenrola melhor ainda, já que, ao contrario do segundo, esse tem pé e tem cabeça, e termina de modo sensacional. A historia é boa, as cenas de ação são legais, as armadilhas são diferentes, entretanto, o ponto forte do filme eu diria que é a presença do pai do Indiana Jones. Palmas para o Dr. Henry Jones, interpretado por ninguém menos que Sean Connery! A presença dele no filme certamente da um ar todo diferente á coisa, parece até outro filme!

Um detalhe interessante do terceiro filme se passa quando Jones Filho e a mocinha do filme estão nas catacumbas, ela vê um desenho da parede e pergunta “O que é isso? É a Arca Perdida?”, Indiana Jones responde “É sim…”, e ela pergunta novamente “Você tem certeza?”, ai Dr. Jones faz uma cara de ‘Ah de novo não’ e responde “Tenho sim…”. O detalhe é que o desenho é exatamente como a arca do primeiro filme. Apenas um detalhe interessante (e legal) de conectividade.

Outro detalhe curioso é a cena do Hitler. Ah sim, os nazistas chatos voltaram. Entretanto, dessa vez, Indiana Jones, vestido de oficial alemão, fica cara a cara com Hitler… E ganha um autográfo dele… ‘Adolf Hitler’. Faltou um ‘Com amor’… Mas tudo bem, dessa vez passa.

Enfim, um filme que tem um 007 e Han Solo fazendo parceria não poderia não ser bom. Merece, no mínimo, um 9,5/10!

Em geral, exceto pelo segundo filme, a trilogia é excelente! Todos aqueles que não tem muito o que fazer e são fãs de cinema deveriam ver, é possível reconhecer muitas influências aos filmes atuais assistindo esses três, e nota-se também como um filme de aventura é e deveria ser. Os diretores atuais poderiam aprender uma ou duas coisas com esses filmes… Apesar que o filme é feito por Steven Spielberg e George Lucas (Star Wars), acho que nem se outros diretores quisessem poderiam fazer algo parecido.

That’s all folks.

PS: É curioso ver o Indiana Jones vestido como nerd, de terno cinza e óculos redondo dando aula em uma universidade… Realmente curioso.

PS2: O 4º filme tem previsão para 22 de Maio de 2008 no Brasil, e se chama “Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull”.

1 Response to “Jones, Indiana Jones.”


  1. 1 Kal fevereiro 5, 2008 às 9:51 pm

    E quase famosos? Merece quanto?


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: